Archive for outubro \30\UTC 2008

h1

Por que é bom ser editor de jornaleco

30/10/2008

h1

Olha a mancada

30/10/2008

Graças à ajuda de zelosos leitores, a editora Panda Books constatou um sério erro de informação no livro “Histórias, Mistérios e Loucuras da Fórmula 1”, de autoria do jornalista Lemyr Martins.

O fato apurado pelo autor e divulgado na quarta capa e em todo o material de divulgação do livro é, na verdade, um equívoco.

Ressaltamos que em hipótese alguma a editora Panda Books desejou se beneficiar ou denegrir a imagem dos envolvidos no fato.

Por uma questão ética e em respeito aos leitores, o livro será retirado de circulação.

Os consumidores que desejarem devolver a obra e obter reembolso do valor pago poderão entrar em contato diretamente com a editora pelo telefone (11) 2628-1323 ou pelo e-mail formula1@pandabooks.com.br. Lamentamos o ocorrido e agradecemos a todos que apontaram o erro.

Esse comunicado da Panda Book diz respeito ao seguinte diálogo (fictício) entre Rubens Barrichelo e a Ferrari, no GP da Áustria de 2002 (aquele em que a Ferrari mandou Rubinho dar passagem para o Shcumacher):

Legenda:

VOZ 1 – Jean Todt, então chefe de equipe da Ferrari
VOZ 2 – Rubens Barrichello, piloto da Ferrari
KS – Karl Scheister , o procurador-chefe da Ferrari
VOZ 4 – Idely, mãe de Barrichello

Início da conversa:

VOZ 1: Rubens, você está pilotando muito bem, otimamente, continue com o bom trabalho. Faltam 5 voltas, agora

VOZ 2: Obrigado, Jean. O carro está excelente, realmente muito bom hoje. Eu nem sei como agradecer a vocês. Diga a minha mãe que eu vou dar-lhe o melhor Dia das Mães da sua vida.

VOZ 1: É bom ouvir isso, Rubens. Ela está adorando assistir à corrida conosco. Eu irei passar para ela. Ela está muito orgulhosa! Ouça, você se importaria de desacelerar um pouco e deixar Michael ganhar?

VOZ 2: Obrigado por dizer a ela, Jean. Ela ficará tão feliz. Vocês são os melhores, simplesmente os melhores! [estática, intelegível]

VOZ 1: Ah, nós também te admiramos, Rubens. Você tem sido de grande ajuda para a equipe. Michael também acha. Faltam 4 voltas agora. Ah, a distância de Michael ainda é de 3 segundos.

VOZ 2: Tá bom

VOZ 1: Ah, Rubens, acabamos de falar com Michael novamente. Ele diz que a distância ainda é de 3 segundos.

VOZ 2: Que ótimo! Nós teremos 1º e 2º! Obrigado, meu Deus! Incrível! [sons de choro ouvidos pelo rádio]

VOZ 1: Tá bem, Rubens, faltam só 3 voltas agora. Nós precisamos fazer um ajuste na tática, garotão.

VOZ 2: [ainda chorando] Claro Jean! O que você disser! Como está o meu combustível?

VOZ 1: Não se preocupe, o combustível é suficiente. Ouça, só uma pequena mudança na tática. Nós queremos que Michael ganhe.

VOZ 2: (risos) Não me façam rir, gente, eu quase errei a freada na curva Lauda. Obrigado por quebrar a tensão. Eu aprecio isso. Vocês são os maiores!

VOZ 1: Ah, Rubens. Eu não estou brincando.

VOZ 2: [estática, intelegível]

VOZ 1: Você me entende, Rubens?

VOZ 2: [mais estática, intelegível]

VOZ 1: Rubens, a gente já passou por essa rotina antes. Não vamos passar por isso novamente.

VOZ 2: Sim, entendido. Eu achei que você tivesse me dito para me curvar e assumir a traseira de Michael de novo, seu sapo francês magrelo.

VOZ 1: Rubens, agora não seja assim. Faltam 2 voltas agora, ele está bonito.

VOZ 2: Não é justo! Ele já ganhou um zilhão de vezes, e eu só uma vez, e só porque vocês pagaram a Mercedes para usar aquela placa idiota e correr pela pista depois que o garoto Mickey se ferrou.

VOZ 1: Rubens, não tenho idéia do que você está falando. Eu tenho alguém que quer falar com você. É Karl Scheister, o procurador-chefe da nossa corporação.

KS: Oi, Rubens. Grande corrida!

VOZ 2: Se manda, seu incorporado doente [opa!]

KS: Você está ótimo, muito bem! Ouça, eu estou lendo o seu contrato agora Rubens, e eu cito, “considerando a parte primeira” – que é você, por acaso – “deveria ultrapassar o carro principal do grupo da parte segunda” – que somos nós, significando Michael e a Ferrari – “e recusar as ordens da equipe para corrigir a situação, a parte primeira estará sujeita a penalidades, o que inclui a perda total do salário…”

VOZ 2: Eu não ligo!

KS: “perda de direção…”

VOZ 2: Que seja!

KS: “…e a transferência de ‘Lulu’, canina mestiça pertencente à primeira parte e atualmente sob porte da segunda parte, para uma terceira parte inominada permanentemente”.

VOZ 2: Seus desgraçados!! Eu ainda vou levar essa para casa! Eu mereço essa vitória!!

VOZ 1: Rubens, eu tenho mais alguém que gostaria de conversar com você, falta 1 volta, cara. A pressão do combustível está boa.

VOZ NÃO IDENTIFICADA 4: Rubens?

VOZ 2: Mãe?

VOZ 4: Rubens, eu estou com medo. Não consigo enxergar e não sei para onde eles me levaram. Meus pulsos doem! Deus me ajude! [sons abafados]

VOZ 2: Mãe? Mãe!! Seus desgraçados!! Seus doentes, doentes desgraçados!!

VOZ 1: Rubens, Michael está perguntando o que está demorando tanto. Falta 1 volta, cara.

VOZ 2: Está bem!! Está bem!! Vocês venceram!! Vocês venceram!! Só não machuquem a mamãe. E eu quero a Lulu de volta quando a temporada acabar.

VOZ 1: Sem problemas, cara. O Dia das Mães só ocorre uma vez por ano.

VOZ 2: Obrigado Deus… [sons de choro foram ouvidos]

VOZ 1: E um contrato é um contrato.

VOZ NÃO IDENTIFICADA 5: Uhhhhhuuuuu!!!!! Eu ganhei!! Eu ganhei!!

VOZ 1: Grande corrida, Rubens.

VOZ 2: Ah, calem a boca, seus tagarelas…

Fim da transmissão.

h1

Enem 2008

29/10/2008

Saíram as pérolas do Enem 2008. Pelo jeito, o tema da redação foi o desmatamento da Amazônia. Selecionei algumas:

“A amazônia é explorada de forma piedosa.”
Ainda bem, podemos dormir tranquilos

“Vamos nos unir juntos de mãos dadas para salvar o planeta.”
“Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação.”

Duas frases populistas. Imagino-as sendo ditas apenas com um megafone nas mãos.

“Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta.”
Ficou claro?


“Espero que o desmatamento seja instinto.”

Ah, sim. Uma questão de sobrevivência

“A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta.”
São as lágrimas do Monóxido de Carbono que causam o aquecimento global

“Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna.”
Espero que no Paraíso tenha o bastante

“Explorar sem atingir árvores sedentárias.”
Isso, vamos cortar apenas as árvores que sejam flagradas particando cooper ou ciclismo. Árvore boa é árvore estática

“Paremos e reflitemos.”
Uh. Certo…

“A camada de ozonel.”
Uh. Certo…

“a amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor.”
E eu que chamava os desmatadores de palhaços?

“O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório.”
Tão boiando né?

“Na cama dos deputados foram votadas muitas leis.”
Tem lugar melhor para fuder o povo?

“Não podem explorar a Amazônia de maneira tão devassaladora.”
Fusavras de devastadora + avassaladora

PRÊMIO EL KABONG DE PÉROLAS DO ENEM 2008

“A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo.”

Somos mesmo um bando de catastrofistas. Todos nós pensando que os animais extintos estavam, uh, extintos! Mas na real, eles estão todos lá, na floresta amazônica. Ela está cheia deles.

MENÇÃO HONROSA

“A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu.”

Esse aqui é bom. O moleque (aposto que foi um moleque) pensou: porra, to aqui de saco cheio, nem sei mais o que escrevo, vou botar qualquer merda. É isso ai garoto!

h1

Corinthians de novo

29/10/2008

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim”

P.S. O blog é meu e coloco Corinthians aqui quantas vezes eu quiser!

h1

Abaixo a química nos alimentos?

28/10/2008

Me irrito muito quando ouço, vejo ou leio que alguém come apenas de alimentos naturais, livres de química.

Nada contra alimentos naturais, mas desafio a qualquer um dos seres humanos do planeta terrae de qualquer outro a me mostrar algum alimento que seja 100% livre de química.

Você, por exemplo, assinaria uma petição para proibir a inclusão de monóxido de di-hidrogênio no que você come ou bebe?

Veja o vídeo abaixo enquanto pensa. O pessoal ai assinou uma petição contra a presenção do monóxido de di-hidrogênio na natureza.

Só pra sua informação: monóxido de di-hidrogênio, ou H2O, é água. Água é química, assim como o C12H22O11 (açúcar), NaCl (sal), Ca (cálcio) ou ainda o bom e velho etanol (CH3CH2OH) só pra ficar nos mais simples, sem entrar em composições químicas de complexos vitamínicos, carboidratos e (hmmm) gorduras.

h1

Padrinho é fundamental

27/10/2008

Por que ser padrinho de casamento é algo de tamanha responsabilidade?
Bom…

h1

O Coringão voltou

26/10/2008

Esse é o post do alívio. Alívio de quem não fez mais do que a obrigação.

Obrigação de montar um time decente para cumprir o objetivo. Não importa mais ser campeão ou quarto: importa é devolver a elite do futebol brasileiro o direito moral de se ser a Série A.

Porque Série A sem Corinthians não é Séria A. E são nossos adversários quem nos dão a devida importância, ainda que inconscientemente. Vide a Copa do Brasil.

O campeão, Sport do Recife, pode sentir por alguns dias, o que é ter a maior torcida do Brasil.

Recuperamos a dignidade que nos foi roubada por uma gestão que conquistou muitos títulos, é verdade, mas ao preço da nosso orgulho. Nunca de nossa alma, porque nossa alma não tem preço.

O Corinthians não caiu. O Corinthians foi derrubado. Derrubado por seres que buscavam o lucro pessoal, que não se importavam com uma massa que não merecia passar por isso, ainda que a direção do clube merecesse.

NO ano que vem temos outra obrigação, que é ficar na Série A. Não sabemos com que time vamos encarar essa missão, porque nenhum clube brasileiro tem condições de manter seus principais atletas, se a Europa chegar com seu caminhão de dinheiro.

Contudo, se mantivermos a base, garanto que dá para brigar pelo menos por uma vaga na Libertadores. Porque apesar de não termos o melhor time do Bfrasil, também não temos o pior.

O Corinthians é pior que o Botafogo, por exemplo? A Copa do Brasil mostrou que não.

O Corinthians não é pior que Santos, Coritiba, Goiás e Vitória, que andam entre os dez do Brasileiro.

Quantos goleiros no País são melhores que Felipe. Rogério Ceni e Marcos com certeza. Quantos mais?

Que zaga é melhor que a do Corinthians? A do São Paulo certamente. Quantas mais? Talvez a do Grêmio, talvez a do Inter.

Dentinho seria reserva em quantos times da Série A? E Douglas? E André Santos?

E Herrera? Está longe de ser um grande atacante, mas tem a alma. A mesma alma que não tem preço. A mesma alma da nossa massa. ]

Que a facilidade da Série B não amoleça nossos dirigentes. Que nossos jogadores comam grama dentro de campo. Se isso acontecer, a torcida empurrará o time como sempre. Por que Corinthiano de verdade não se torna, nasce Corinthiano, cresce Corinthiano, sofre Corinthiano e Corinthiano vai morrer, ainda que o mundo continue contra nós.

Porque o Corinthians é a sua torcida. Uma torcida que cresceu na adversidade, e não fartura. Porque somos e sempre seremos uma torcida de Série A. E quem tem torcida de Série A, sempre será da Primeira Divisão. Não importa se na Série A, B ou Z.

Um bando de loucos que nunca te abandonou, que grita até ficar rouco, que canta pra te empurrar. E que voltou, agora pra ficar.