h1

Ah, Cheetara

15/04/2008


El Kabong fala por si e não tem a menor noção no que se passa na cabeça dos outros: mas aos dez anos de idade eu já tinha, digamos, projetos do que no futuro chamaria de “fetiche”! Muitos deles estavam relacionados, é lógico, a desenhos animados. E claro, que uma das heroínas que despertavam esses pequenos indícios de desejo era Cheetara, dos Thundercats.

Pô, a mina era literalmente a maior gata. E só tinha ela no meio de um monte de marmanjo (tá, o Mun-Rá era meio Drag Queen, mas ainda assim era homem).

Claro que nem naquela época eu imaginava ter a chance de, uh, você sabe, ter algu, tipo de “namorico” com um desenho animado. Mas ai, meu grande amigo Jubash – nosso heróico coordenador do Resenha em 6 – me chamou a atenção para uma notícia qualquer sobre venda de DVDs dos Thundercats na Europa. Não li direito, só consegui visualizar as fotos.

Vá gente. Corre sangue na minha veia. Adianta fingir que não pensei bobagem?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: